COMUNICAÇÃO: A evolução da tecnologia em Lavras do Sul desde os anos 1980

Murilo de Carvalho Góes
MTB RS 18.749

Em minhas saídas de campo ao longo dos vários anos em que eu estive visitando Lavras do Sul, sempre fiz uma descrição e análise dos aspectos do município.

Me lembro que nos anos 80, Lavras do Sul tinha três opções de canais de TV: a RBS TV, a extinta TV Manchete e o SBT. Na mesma década, surgiu a Pepita FM, inaugurada depois de vários anos de luta pela sua instalação.

Ainda me recordo de como era a Internet no ano 2000. Era discada e o programa mais popular para comunicação virtual em bate-papo era o antigo ICQ.
Em 2005, ocorreu o advento do Orkut, a primeira grande rede social a ser utilizada no Brasil. A internet na cidade apresentou mais evolução, com uma tecnologia via rádio (embora muitas vezes saía do ar, e isto acontece até hoje).

Grande parte da população de Lavras do Sul tinha o seu perfil no Orkut. Existiam poucos sites informativos sobre o município. Em 2006, surgiu o Roccana, primeiro blog pessoal de lavrense na Internet (dentro da plataforma Blogger); e também os sites DeLavras.net e lavrasdosul.com, além do da Prefeitura. Em 2007, o nascimento do Panorama Lavrense foi um dos grandes incentivadores do surgimento de blogs, não só em Lavras do Sul, mas sendo inspiração para páginas de outras cidades da região.

Em 2011, no mês de setembro, o Facebook passou a tomar conta da Internet em várias partes do mundo e também em Lavras do Sul. O Orkut foi perdendo espaço. E, ao longo desta década, surgiram o 3G, o uso dos smartphones, o acesso à informação de forma dinâmica. Como consequência da democratização da tecnologia no município, desavenças e incompatibilidades pessoais também foram registradas. Ainda assim, a rede mundial de computador é um dos principais meios de acesso, comunicação, informação e entretenimento da comunidade de Lavras do Sul.

O rádio também se reinventou. A Pepita FM, desde junho de 2012 pode ser escutada em qualquer lugar do mundo. Outras rádios também utilizaram o espaço da Internet, como a extinta Cidade FM e a Local FM.

As novas tecnologias são úteis mas também estão suscetíveis a dificuldades. Muitas vezes há dificuldade no sinal da Internet e telefonia móvel, assim como na recepção dos dois canais de TV que são sintonizados em sinal aberto na cidade em 2020 (RBS TV e SBT). Aumentou o número de assinantes de canais pagos na cidade, porém muitas pessoas não tem condições de pagar por eles. Quando os canais abertos
saem do ar, há muita reclamação das telespectadores lavrenses, que utilizam o Facebook para avisar a ausência do sinal.

Segundo a ANATEL, Lavras do Sul tem até o dia 31/12/2023 para a implantação do sinal digital. Poderá ser muito útil esta mudança na forma da comunidade lavrense assistir futebol, jornais ou a novela predileta.

O que tiro de conclusão deste texto: há muitos aspectos que podem descritos neste espaço, mas não pretendo me estender muito. O fato é que os meios de comunicação eletrônicos de Lavras do Sul já apresentam muita evolução em relação a outras épocas, mas há muito ainda o que desenvolver (muitas cidades do interior do Brasil necessitam destas melhorias, não é só em Lavras do Sul, óbvio). Acredito que novas tecnologias serão implantadas na cidade nos próximos, para que os lavrenses possam se comunicar e se divertir melhor ainda.

Entrevista do autor do Panorama Lavrense na Pepita FM – 2017. O rádio é um dos grandes meios de alcance e qualidade para a comunidade de Lavras do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *