Carnaval

Bloco Bet Buc, anos 1990, atualmente extinto mas que fez história no Carnaval Lavrense – FOTO: Rafael Bayard / Angela Becker

Celebrado há mais de cem anos, é a maior festa do Município e a mais popular, levando um enorme público às ruas do centro da cidade durante as cinco noites de folia. Oficialmente, são cerca de 20 blocos carnavalescos registrados pela Secretaria Municipal de Turismo. Quatro deles possuem mais de 400 membros e são considerados os mais influentes: Grupo dos Relaxados, Vae de Qualquer Geito (VG), Vira Lata e Baita Fogo. O Grupo dos Relaxados surgiu em 1930, sendo considerado um dos blocos de salão mais antigos do Brasil. Oito anos mais tarde, no Carnaval de 1937, surgiu o Vae de Qualquer Geito (também conhecido como VG).

A partir do final do século XX, os blocos de jovens, dissidências dos blocos mais antigos, surgiram, como o Vira Lata, de 1980, e o Baita Fogo, de 2002. Vale destacar ainda a atuação de outros blocos, entre os atuais o Mimoso das Gurias, o Semo Feio Má Semo Carinhoso (conhecido também por SFMSC), a Turma do Nenê, As Peruas, Os Nonão, a Escola de Samba Pérola Negra, Os Bartira, Tchurulys, Cem Miséria, BDF entre outros.

Outros blocos famosos já extintos também ajudaram a abrilhantar a folia em Lavras do Sul, como As Marimbas, As Garotas, Caprichosos do Paredão, Os Pirata, BETBUC e a Escola de Samba Os Filhos do Sol. (para sugestões de citação de entidades carnavalescas, entrar em contato no Facebook do Panorama Lavrense).

A Rua Dr. Pires Porto, o Clube Comercial e as sedes do blocos são os principais locais da folia lavrense, onde os munícipes e também os visitantes se divertem com bandas da região e a animação dos blocos, que também ocorre em suas sedes. As camisetas dos blocos e seus churrascos são tradições que perduram até hoje, assim como as matinês infantis no Clube Comercial. As “rádios” Galocha (do VG, na terça-feira de Carnaval) e Mugango (do Grupo dos Relaxados, no sábado de Carnaval), além da passeata do Grupo dos Relaxados na terça-feira, são sátiras aos fatos que acontecem em Lavras do Sul ao longo do ano.

Hino do Grupo dos Relaxados

Hino do Vae de Qualquer Geito

CURIOSIDADES

Com informações do Facebook da Prefeitura de Lavras do Sul e do livro Lavras do Sul na Bateia do Tempo, de Edilberto Teixeira.
* O Grupo dos Relaxados completou 90 anos em 2020. Atualmente é o bloco com maior número de integrantes (mais de 1.000). É o bloco de salão mais antigo do Brasil. A celebração de seus 90 anos foi destaque estadual no Jornal do Almoço, na terça-feira de Carnaval de 2020.
* No ano de 1937 foi fundado em Lavras do Sul o Bloco das Garotas um dos Blocos que enganou o tempo e persistiu pelos carnavais de Lavras. Alguns anos depois de fundado, aderiu simpaticamente ao “Grupo dos Relaxados”.

* Por volta de 1935 a 1936, um grupo de moças, entre as quais, Maria Rita Soares, Maria Amélia Soares, Leda Severo, Nancy Ribas, Lavínia Ribas e Tereza Soares, fundaram o “Bloco das Marimbas”. Bloco este que anos mais tarde, aderiu ao Bloco Vae de Qualquer Geito.

* O Bloco Vira Lata foi fundado no ano de 1980, e no Carnaval de 2020 completa 40 anos de atividades, sendo um dos blocos mais populares e ativos dentro do Carnaval Lavrense.
* Escolhida no ano de 1917 a primeira Rainha do Carnaval de Lavras do Sul, que foi Horizontina Pergentina de Souza Chiappetta.
* O Bloco Vae de Qualquer Geito foi fundado no ano de 1937, e no Carnaval de 2020 completa 83 anos de atividade, sendo um dos blocos mais populares e ativos dentro do Carnaval Lavrense.
* Nos primórdios do Carnaval de Lavras, as Quadrinhas, Rádio Mugango e Rádio Galocha, marcas satíricas do Carnaval Lavrense, eram apresentadas dentro do Clube Comercial.

Relação de Rainhas do Carnaval desde 1993 (adultas) e desde 2007 (infantis)

* Adultas (desde 1993)

* 1993 – Gislaine Gonçalves – Filhos do Sol
* 1994 – Juliana Magalhães de Bem
* 1995 – Rosemary
* 1996 – Ane Rose Lopes Silva – Filhos do Sol
* 1997 – Patrícia – Bet Buc
* 1998 – Francini Vieira – Grupo dos Relaxados
* 1999 – Cristiane
* 2000 – Paula Carvalho do Nascimento
* 2001 – Lilian Biaggi Leal – Copo Seco
* 2002 – Daniele da Silva Moreira
* 2003 – Mônica
* 2004 – Rudiane Figueiredo
* 2005 – Júlia Severo Martins
* 2006 – Bruna Castilhos
* 2007 – Evelyn – Kamaradas dy Verdy
* 2008 – Danúsia Gonçalves da Silveira – Kamaradas dy Verdy
* 2009 – Nataly Tainá Gonçalves – Filhos do Sol
* 2010 – Hellen Teixeira – Grupo dos Relaxados
* 2011 – Laísa Braga da Rosa – Ninfas
* 2012 – Carolina Amaral – Vira Lata
* 2013 – Brunna Bittencourt – Festeja
* 2014 – Diule Gonçalves
* 2015 – Carolina Carvalho Munhoz
* 2016 – Não foi realizado
* 2017 – Hellen Teixeira
* 2018 – Carolaine Silva
* 2019 – Maria Luísa Munhóz
* 2020 – Nalanda Lopes

Infantis (desde 2007)

* 2007 – Izadora Gonçalves da Silveira
* 2008 – Nathália Mastroiano
* 2009 – Janaina Soares Romeu
* 2010 – Milena
* 2011 – Maria Luiza Munhoz
* 2012 – Cláudia Gonçalves
* 2013 – Dhara Gularte Figueiredo
* 2014 – Vivian Salazart
* 2015 – Nalanda Lopes
* 2016 – Não foi realizado
* 2017 – Rafaela Munhoz Bastos
* 2018 – Sofia Lima
* 2019 – Valentine da Silva
* 2020 – Daniela Saraiva

Datas de fundação dos Blocos ativos do Carnaval de Lavras do Sul (dados da Secretaria de Turismo em 2019)

* Baita Fogo = 2002
* Vae de Qualquer Jeito = 1937 (1° Carnaval em 1938)
* Grupo dos Relaxados = 1929 (1° Carnaval em 1930)
* Os Nonão = 05/05/2005
* Turma do Nenê = 14/02/2012
* Turma do Ki Suco = 2011
* Semo Feio Má Semo Carinhoso = 01/01/2009
* Mimoso das Gurias = 2010
* Louquinhos do Bem-Te-Vi = 1993
* Vira Lata = 1980
* Pérola Negra = 2013
* BDF = 2013
* Marilú = 2000
* Tatu do Bêbado = 2018
* Ninfas = 2006

Lavras do Sul/RS, Brasil