Pular para o conteúdo

Estima-se a existência, no mínimo, 600 espécies de animais de todos os tipos em território lavrense. Só de aves e pássaros, pelo menos duzentos registros de espécies foram registrados, através do site WikiAves.

Nas áreas mais a leste do território, há vegetação mista, com a presença de plantas oriundas de outros biomas brasileiros, como o cactos (Cactaceae) e a araucária (Araucaria angustifolia). Na maior parte do território, há os campos limpos, com capões de mata, típicos do Bioma Pampa.

Também é realizada a plantação de eucaliptos, em 16 locais do Município, pertencentes a uma empresa do ramo de produção de celulose.

A geologia lavrense é muito peculiar, com formações rochosas surpreendentes, como o Rincão do Inferno. Este último é um parque natural que divide Lavras do Sul e Bagé, pertencente à Família Ferreira, e formado por rochas sedimentares conglomeradas que são cortadas por cânions de 250 metros de profundidade, por onde corre o Rio Camaquã, dentro de grandes e maciços rochedos. (TEIXEIRA, 2013).

Há em Lavras do Sul uma grande diversidade de paisagens, com exemplares de espécies vegetais típicas de ecossistemas como a Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Mata dos Pinhais, espalhados em pontos diversos. No entanto, todo o território do município localiza-se dentro do Bioma Pampa. A vegetação predominante é de campos, formados por gramíneas e capões de mato isolados, apresentados em morros arredondados ou planos. Mais de 80% do campo nativo de Lavras do Sul está conservado.

As áreas situadas ao norte da cidade são consideradas as mais bem conservadas de todo o bioma, com sua vegetação e fauna praticamente intactas. O bioma Pampa é transnacional, abrangendo quatro países (Extremo Sul do Brasil, Uruguai, Argentina e Paraguai), mais de 2.000 espécies vegetais (349 apenas de gramíneas e 346 apenas encontradas dentro do bioma), além de 487 espécies de aves. Segundo especialistas da área de biologia, a pecuária (uma das principais atividades econômicas lavrenses) é a atividade econômica menos impactante para os campos nativos, uma vez que há a manutenção das condições naturais.

Plantio de mudas – Secretaria do Meio Ambiente com apoio da Secretaria de Obras e Transportes. A partir de setembro de 2020, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, vem convertendo as compensações ambientais, pela entrega de mudas de vegetais arbóreos e floríferos, e medicamentos para o Centro de Controle de Zoonoses.

A “compensação Ambiental é um mecanismo financeiro que visa a contrabalançar os impactos ambientais ocorridos ou previstos no processo de licenciamento ambiental.”

O objetivo da conversão, que atende igualmente a legislação, é de ao longo da emissão dos respectivos documentos ambientais licenciatórios, em recebendo as mudas, revegetar, ou recompor, praças, avenidas, ruas, e conjuntos operacionais da Administração Pública e áreas municipais com perda relativa de cobertura vegetal.

Entendemos que, com esta iniciativa, ao longo dos anos o Município estará atendendo o “mecanismo legal para que as empresas retornem e minimizem os impactos que podem ser causados ao ambiente a partir de atividades utilizadoras de recursos ambientais, considerados efetiva, potencialmente poluidores ou que podem causar degradação ambiental.”

A Lei Municipal nº 3.304 de 17 de Março de 2014, prevê esta alternativa compensatória, para aquelas atividades de impacto local, que podem causar degradação ambiental.

FONTE DAS INFORMAÇÕES E DAS IMAGENS: Secretaria do Meio Ambiente de Lavras do Sul (Facebook).

geodiversidade é considerada uma variedade (diversidade) de elementos e de processos relacionados aos elementos abióticos da natureza, existente no nosso Planeta; são exemplos de elementos da geodiversidade, as rochas, os minerais, os solos, os fósseis, etc.  A Geodiversidade é a base para a existência da Biodiversidade. [1]

A diversidade de feições geológicas de Caçapava do Sul é única, de alto interesse científico, econômico e ambiental para nosso planeta. Os atributos geológicos foram o que tornou Caçapava do Sul a Capital Gaúcha da Geodiversidade.

O Geoparque Caçapava Aspirante Unesco mostra a riqueza geológica e geográfica da região.

FONTE: Geoparque Caçapava (Facebook), com adaptações.

CONFIRA A ROTA DO PASSEIO GEOLÓGICO VIRTUAL AO LONGO DA BR-392.

NOTA
[1]  https://www.ofitexto.com.br/comunitexto/os-conceitos-de-geoturismo-geodiversidade-e-geoconservacao/. Acessado em: 21 nov. 2020.

Caçapava do Sul tem uma grande geodiversidade. Imagem de reprodução do Google Maps mostra um dos exemplos da geodiversidade encontrada no município: as Guaritas.