Pular para o conteúdo

2

Por Luís Gustavo Moreira
Acadêmico de Jornalismo da Urcamp

Com 6 meses de pandemia, indicadores mostram uma queda na busca de turistas para locais de visitação. Segundo artigo publicado na USP, a área de turismo internacional, por exemplo, sofrerá um impacto significativo. Pensando nesta queda nas viagens de longas distâncias, a Apatur, Associação Pampa Gaúcho de Turismo, em conjunto a um grupo de acadêmicos do curso de Jornalismo da Urcamp, com sede em Bagé, escreverá reportagens destacando viagens de curta distância no pampa gaúcho. As cidades selecionadas por afinidade cultural e geográfica serão Bagé, Caçapava do Sul e Lavras do Sul.

Conhecida pelo título de Segunda Capital Farroupilha, Caçapava do Sul (142 km de Bagé e 62 km de Lavras do Sul), conta com um contraste entre belezas naturais e históricas. Na praça do Largo Farroupilha, centro da cidade, concentram-se a antiga Casa dos Ministérios (utilizada durante o governo dos farrapos), Fórum, Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção e casa de Borges de Medeiros. A poucas quadras dali, o Forte de Dom Pedro II. Com uma estrutura que imerge o visitante aos tempos da Guerra do Paraguai (1864-1870), Caçapava ainda conta com outros atrativos turísticos. A 8 km do centro, a Cascata do Salso apresenta 20 metros de altura em beleza natural. Mais próximo da zona central, o Parque Natural Municipal da Pedra do Segredo (importante atração para montanhistas) possui fácil acesso, com 4 km asfaltados e guia turístico no local. Um pouco mais afastado do centro, fica o desfiladeiro das Guaritas, considerada 7ª Maravilha do Rio Grande do Sul. A distância de 72 quilômetros acaba valendo a pena.

Tome cuidados em sua viagem

Com o propósito convidativo, este texto destaca apenas alguns pontos da pequena e bonita Caçapava do Sul. Próxima de Bagé e de Lavras do Sul, a Segunda Capital Farroupilha é de fácil acesso aos que apreciam história e recursos naturais. Uma das alternativas para guiar sua viagem é a agência de ecoturismo Flor de Tuna, que está no site www.pedradosegredo.com.br e pelo número (55) 9 9966-1659. Lembre-se de estar atualizado sobre o protocolo de segurança sanitária e de acordo com o modelo de distanciamento estipulado pelo governo do estado através da cor da bandeira em que a região está inserida. Observe também os protocolos locais antes de fazer sua visita.

geodiversidade é considerada uma variedade (diversidade) de elementos e de processos relacionados aos elementos abióticos da natureza, existente no nosso Planeta; são exemplos de elementos da geodiversidade, as rochas, os minerais, os solos, os fósseis, etc.  A Geodiversidade é a base para a existência da Biodiversidade. [1]

A diversidade de feições geológicas de Caçapava do Sul é única, de alto interesse científico, econômico e ambiental para nosso planeta. Os atributos geológicos foram o que tornou Caçapava do Sul a Capital Gaúcha da Geodiversidade.

O Geoparque Caçapava Aspirante Unesco mostra a riqueza geológica e geográfica da região.

FONTE: Geoparque Caçapava (Facebook), com adaptações.

CONFIRA A ROTA DO PASSEIO GEOLÓGICO VIRTUAL AO LONGO DA BR-392.

NOTA
[1]  https://www.ofitexto.com.br/comunitexto/os-conceitos-de-geoturismo-geodiversidade-e-geoconservacao/. Acessado em: 21 nov. 2020.

Caçapava do Sul tem uma grande geodiversidade. Imagem de reprodução do Google Maps mostra um dos exemplos da geodiversidade encontrada no município: as Guaritas.