LUGARES: Gruta Nossa Senhora de Lourdes

2 de maio de 2021 20:170 comentários

De acordo com o livro “Lavras do Sul, na Bateia do Tempo”, (A Procissão Milagrosa p. 481-82 in Na Bateia do Tempo) conta-se a seguinte lenda:

A seca era intensa. A população andava cansada de tanto ir e vir do arroio, carregando latas d´água. A maioria dos poços residenciais já tinham se esgotado, poucos ainda resistiam àquela estiagem prolongada. (…) Certo dia, uma senhora do Ângelus, uma senhora muito devota de N. Senhora de Lourdes combinou com as demais e, acolhidas pelo Padre, decidiram sair em procissão, pedindo a ajuda dessa Santa. (…) Dirigiram-se ao passo, pela Rua Grande, rumo ao cerro. Iriam até lá e subiriam a sua escarpa, cheia de pedras soltas no caminho, flagelando-se, fisicamente, em nome da fé. Em um dado momento, a dita senhora que organizou a procissão tropeçou em uma pedra ao longo da sarjeta e notou que ela estava molhada. Abaixou-se, tomou-a entre as mãos e viu que, de seu interior, escorria água. Inexplicavelmente em poucos segundos, suas palmas estavam cheias d’água cristalina que escorria, derramando como de uma fonte. (…) Existem hoje, ali, cimentadas no mural, muitas placas com palavras de agradecimento à Virgem. Testemunhas da fé, elas emolduram, no grotesco oratório, o sentimento de religiosidade, tão arraigado na alma do nosso povo. 

FONTE: https://www.turismo.rs.gov.br/atrativo/130/gruta-nossa-senhora-de-lourdes#sobre

Deixe um comentário